https://500px.com/hernandesmar
A alegria na Macrofotografia! O registro da beleza da criação de Deus, nos mínimos detalhes:
Fotos em alta resolução podem ser baixadas aqui, para fundo de tela, ou foto de capa.

2 de nov de 2016

Finados

Hoje, no “dia de finados”, quero te perguntar, amigo(a), se você já pensou na sua própria "finitude"?

A Bíblia nos ensina sobre a efemeridade da vida:
“Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa” (Tiago 4:14)
“Quanto ao homem, os seus dias são como a relva; como a flor do campo, assim ele floresce; pois, soprando nela o vento, desaparece; e não conhecerá, daí em diante, o seu lugar” (Salmos 103:15-16)

A Bíblia também nos ensina que não existe “reencarnação”, mas que está ordenado aos seres humanos morrerem uma só vez:
“E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo” (Hebreus 9:27)

Não, a morte não é o fim, mas é apenas um caminho, uma passagem.
E só importa uma pergunta: você vai morrer “em Cristo” ou “sem Cristo”?
Esta é a pergunta definitiva, pois as implicações da resposta são de cunho eterno!

A fé Cristã é a fé na ressurreição. Veja o argumento lógico e racional do apóstolo Paulo em Corinto, na sua primeira carta aos Coríntios:
“Ora, se é corrente pregar-se que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como, pois, afirmam alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?
E, se não há ressurreição de mortos, então, Cristo não ressuscitou.
E, se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e vã, a vossa fé; e somos tidos por falsas testemunhas de Deus, porque temos asseverado contra Deus que ele ressuscitou a Cristo, ao qual ele não ressuscitou, se é certo que os mortos não ressuscitam.
Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou.
E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.
E ainda mais: os que dormiram em Cristo pereceram.
Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens.
Mas, de fato, Cristo ressuscitou dentre os mortos, sendo ele as primícias dos que dormem.
Visto que a morte veio por um homem, também por um homem veio a ressurreição dos mortos.
Porque, assim como, em Adão, todos morrem, assim também todos serão vivificados em Cristo.
Cada um, porém, por sua própria ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda.
E, então, virá o fim, quando ele entregar o reino ao Deus e Pai, quando houver destruído todo principado, bem como toda potestade e poder.
Porque convém que ele reine até que haja posto todos os inimigos debaixo dos pés.
O último inimigo a ser destruído é a morte.”
(1 Coríntios 15:12-26)

“O último inimigo a ser destruído é a morte” (1 Coríntios 15:26)
Será a morte da morte, o fim da morte, o dia de finados da morte!!!

Creia no Senhor Jesus Cristo ressurreto, e seja salvo!
“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.”
(João 3:16-17)

Louvado seja o Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!
A Ele, toda a glória, para sempre!

Memória

http://biblia.com.br/joaoferreiraalmeidarevistaatualizada/lamentacoes/lm-capitulo-3/