15 de fev de 2013

Anagrama do amor

O “amor” “mora” no coração dos que “oram”...

Anagrama do amor

A palavra “amor” é formada por 4 letras diferentes entre si. Estas letras podem ser combinadas de outras formas, para formar outras palavras, conhecidas como anagramas. Os arranjos possíveis para as letras “a”, “m”, “o”, “r”, em qualquer ordem, fornecem um total de 4! (quatro fatorial, que significa 4x3x2x1) possibilidades, dando um total de 24 combinações distintas.
Dentre estas 24 possibilidades de palavras que podem ser construídas com as 4 letras da palavra “amor”, as que fazem sentido, na língua portuguesa, são “roma", “omar", “ramo”, “armo”, “mora” e “oram”.
A cada dia, parece que a palavra “amor” está em desuso crescente, talvez não no formato escrito, mas talvez na expressão verbal.
Parece que há um medo generalizado de expressar verbalmente o amor por outrem, como se isso significasse um sinal de fraqueza ou inferioridade, na forma que é considerado erroneamente por muitas pessoas.
“No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor” (1 João 4:18).
Além disso, os cristãos devem lembrar-se dos dois primeiros mandamentos (Mateus 22:36-39). O primeiro, de acordo com os ensinamentos do próprio Senhor Jesus Cristo, pode ser expresso em: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento”. O segundo mandamento é encontrado na seguinte forma: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”.
Toda vez que nos depararmos com um anagrama da palavra “amor”, como por exemplo, “oram”, podemos lembrar-nos dos mandamentos ensinados diretamente pelo Senhor, aplicando-os em oração ao nosso único Deus, com toda a força do nosso coração, toda a esperança da nossa alma e toda a compreensão do nosso entendimento. 
Os cristãos também podem demonstrar o seu “amor”, por exemplo, quando “oram” em favor do próximo. Obviamente, existem inúmeras outras formas de colocar em prática este “amor” pelo próximo, que incluem ações concretas de auxílio e amparo.
O “amor” “mora” no coração dos que “oram”. A minha oração, Senhor Deus, é que nos capacite a orar com humildade honesta, com amor corajoso, e com o coração, a alma e o entendimento completamente centrados em Ti. Amém.